ECONOMIA VERDE JÁ!, exclama nosso Planeta Terra.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Focando no Desenvolvimento Sustentável, a agenda 2030 possui 17 objetivos com 169 metas nas esferas sociais, econômicas e ambientais. Com mais força e frequência, vemos empresas adequando seu comportamento com iniciativas que direcionam à essa conquista e geram valor para todos os públicos da organização.

O critério ESG (Environmental Social and Corporate Governance) engloba fatores de governança ambiental, social e corporativa, onde todos os componentes se complementam e é de suma importância para o bem-estar geral. Além disso, é um respaldo principalmente para empresas que desejam atrair investidores e acionistas a longo prazo. Esses aspectos são de alta relevância no mercado financeiro e cada vez mais ganham espaço no mundo corporativo.
Temos diversos exemplos de empresas que em suas atividades englobam os aspectos citados. Entre eles, destacamos algumas ações das grandes potências em diferentes segmentos:

[Você está interessado em sustentabilidade? Clique aqui]

Ambev: líder no ramo de bebidas, inaugurou sua fábrica de latas localizada em Minas Gerais que funcionará com energia 100% renovável e todo o alumínio usado na produção da fábrica é brasileiro, sendo que 75% é reciclado. Também conta com outras iniciativas que causam grande impacto positivo e colaboram para o desenvolvimento, exemplo de sua usina solar para abastecimento de energia de fontes renováveis, projetos que promovem a recuperação ambiental, e social onde fazer parcerias com ONGs, compartilham informações sobre gestão para potencializar o impacto social e beneficiar as comunidades onde se localizam.

Nubank: fintech potente no mundo financeiro, é o primeiro banco do Brasil a zerar toda sua emissão de carbono. Para somar, apoiarão mais 3 projetos que compensarão 4,3 mil toneladas de CO2. Por ser um banco digital, informou que conseguiu neutralizar 100% das emissões de carbonas feitas desde o início da empresa, no ano 2013, conforme dados de BSD Consulting, ela é a primeira no segmento à fazer isso.

Natura: premiada diversas vezes por ser uma das empresas mais sustentáveis do mundo, a gigante no segmento Cosmético segue com atitudes e projetos sustentáveis e cada vez mais amplos, isso engloba todas as etapas de seus processos, desde a matéria-prima para o desenvolvimento do produto à alianças e fornecedores. Sem testes em animais desde 2006, a empresa que é a favor da vida e desenvolvimento, também é 100% carbono neutro. Conta com selo UEBT (Union for Ethical Biotrade), que reconhece o uso de ingredientes de origem sustentável e uma relação ética com comunidades fornecedoras. Dona do programa Natura Carbono Neutro reconhecido pela ONU e que existe há 12 anos, foi ganhadora do prêmio 2019 UN Global Action Award na categoria Climate Neutral Now, onde a entrega do troféu foi na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 25), em Madri, na Espanha, no dia 10 de dezembro de 2019.

Com todas essas informações, vemos o quanto é necessário pensar diferente e além do que estamos acostumados. Tudo mudou e devemos nos adequar, pensar de forma macro, no presente e futuro do meio ambiente e humanidade. Nosso Planeta Terra exige essa atitude, principalmente o mundo dos negócios com profissionais que estejam devidamente capacitados para enfrentar esse desafio. A Next te ajuda a ser um deles!

Contando com a melhor equipe docente reconhecida de forma internacional por sua trajetória profissional, o Master em Economia Verde é a opção certa para seu investimento. Quer aprender e saber mais sobre Economia Verde? Clique aqui e faça a diferença!

Quer receber as últimas notícias da Next International Business School?