Madri recebe manifestação contra o despovoamento

La Revuelta de la España Vaciada, ou “A revolta da Espanha esvaziada” pretende dar voz ao problema do êxodo que atinge mais da metade do território espanhol

Diversos coletivos populares, liderados por “Soria ¡ya!” y “Teruel existe”, convocaram a manifestação deste domingo na capital espanhola, com o objetivo de encontrar soluções para o conter o problema. Mais de 90 organizações, 23 províncias e a presença de 50 mil pessoas mostraram a força do campo. 

O ato começou ao meio dia, com uma concentração na praça de Colón. Em marcha, os manifestantes seguiram pelo paseo de Recoletos em direção à praça de Cibeles, seguindo pelo paseo del Prado até a praça Cánovas del Castillo – ocupando uma das principais vias da cidade. Ali, em frente a fonte de Neptuno, os jornalistas Manuel Campo Vidal, presidente da Next, e Paloma Zuriaga, diretora da Rádio Nacional da Espanha, leram um manifesto.

“Já é hora do poder público enxergar e prestar atenção aos territórios que perdem população. Perdemos população e oportunidades, e com esta realidade perdemos todos como país” falou Paloma. Manuel citou sua origem em Huesca e enfatizou: “Todavia ainda nos resta energia, para rebelar e dizer que esta Espanha, a Espanha esvaziada, quer ser escutada e quer ser atendida”.  

Estiveram presentes habitantes de diversas cidades e diferentes ideologias, unidos para reforçar ante os representantes políticos a existência desse grave problema e reivindicar soluções. Em comunicado, os organizadores disseram que o movimento surgiu por uma demanda popular, ao sentir o abandono e desleixo por parte do poder público. Um dos pontos vistos, inclusive, foi o apartidarismo, já que fora pedido que as bandeiras fossem deixadas em casa.

Com a proximidade do pleito que sacará o próximo presidente do governo, o objetivo da organização é plantear aos políticos um pacto de Estado que disponha de investimento para reverter as desigualdades existentes. Igualmente fomentar mais oportunidades e serviços básicos nessas localidades. 

A Next IBS, consciente desta adversidade, promove nesta quarta-feira o debate La Despoblación, el Reto Demográfico y el Medio Rural, reunindo os principais partidos espanhóis. Moderado por Manuel Campo Vidal, terá a participação de Ignacio Cosidó (PP), Isaura Leal (PSOE), Pablo Echenique (Podemos) e Aurora Nacarino-Brabo (Ciudadanos) – todos presentes no ato de ontem. Serão abordados o despovoamento, êxodo rural, desafio populacional.  

CategoríasEtiq

Deja un comentario