Quais são as empresas mais sustentáveis do mundo? E por quê?

Uma empresa que aposta pela sustentabilidade realiza em suas ações benefícios à sociedade, além do meio ambiente, em setores sociais, culturais e laborais. Nessa postagem falaremos um pouco sobre quem lidera o ranking das empresas mais sustentáveis do mundo.

O valor de uma empresa pode ser medido por diferentes variáveis – desde seus lucros e dividendos até o alcance das ações empreendidas. Um parâmetro, porém, tem cada vez mais peso entre os consumidores: o quão sustentáveis são. Vejamos o que estão fazendo algumas das companhias que são referência nesse quesito para alcançarem tal posto.

Lidera a lista a francesa Dassault Systemes, dedicada ao desenvolvimento de softwares para engenharia que ajuda empresas a minimizar o desperdício. Além disso, possui grande participação de mulheres no conselho diretivo e uma diferença pequena entre o salário do diretor e a média dos trabalhadores.

[Pode interessar: Master em Economia Verde]

No segundo lugar do pódio está finlandesa Neste Oil, especializada no refino e comercialização de petróleo, que passou a destinar mais de 90% dos novos investimentos em materiais renováveis e biocombustíveis. A medalha de bronze fica com a fabricante de componentes de automação Valeo, também da França, cujos investimentos se dedicam a fazer com que as montadoras de veículos possam reduzir a emissão de carbono.

Na sequência aparecem marcas como a alemã Siemens, detentora da maior eficiência energética do setor e premiada pela baixa emissão de carbono e baixa rotação de funcionários; e a estadunidense Cisco, valorada pela igualdade de gênero ao ter 38% de mulheres entre os altos executivos.

Outras posições de destaque são o Danske Bank, na qual altos executivos têm melhores gratificações se a empresa cumpre seus objetivos de sustentabilidade; e o ING Group, que contribui com os planos de previdência quase o dobro por funcionário que a maioria das grandes companhias. Entre marcas espanholas apenas Acciona (gestão de infraestrutura) , Inditex (têxtil) e Iberdrola (energia) figuram no ranking.

Para elaborar o The Global 100 a Corporate Knights avalia empresas de diversos setores, baseando-se em indicadores como ao consumo de energia e água, emissão de carbono, produção de resíduos sólidos, capacidade de inovação, pagamento de impostos, relação entre salário médio de um trabalhador e dos diretores, planos de previdência e proporção de mulheres.

Deja un comentario